Derretimento de adversários de 2020
potencializa nome Bruno Balarini para pleito de 24

redação - VANESSA FERNANDES
Sexta, 30/09/2021, às 0h34min - Editoria de ENQUETE
WhatsApp Image 2021-09-29 at 20.05.48(1).jpeg
Bruno Balarini - POLÍTICO
IMAGEM ARQUIVO PESSOAL
VOX realizou enquete, no período de 20 a 24 de setembro de 2021, com vistas a ter base para uma série de conteúdos acerca dos perfis daqueles que se movimentam visando à Prefeitura da cidade em 2024. O primeiro focalizado foi Bruno Balarini. 100 teofilotonenses de várias idades, divididos em dois grupos, homens (48) e mulheres (52), todos identificados previamente como eleitores, foram ouvidos. O levantamento foi todo realizado por processo virtual, e a ferramenta usada foi o WhatsApp. A idade dos entrevistados variou entre 18 e 57 anos.

O que o portal desejava apurar com a tomada de opinião era o saldo das eleições 2020 e de que maneira o eleitor teofilotonense reage à perspectiva de uma nova eleição para a Prefeitura de Teófilo Otoni. A exemplo do que era recorrentemente dito no último pleito e embora o processo esteja bem distante, Bruno Balarini aparece como uma carta de bom lastro para 2024. Já que o seu perfil profissional anuncia-o mais como "executivo" do que "legislativo", ele surge no horizonte de uma nova eleição como um nome a ser "trabalhado". Para o eleitor, mais para os homens do que para as mulheres, como demonstra a Enquete do VOX, a Balarini cai bem o rótulo de confiável, estável e preparado. Paralelamente a isso, sobressaltam-se sinais de que a inoperância político-eleitoral do Coronel Marinho, o segundo mais votado em 2020, pode estar acelerando o processo de aceitação do nome de Balarini, fazendo com que ele se aproxime rapidamente do status de ser o "novo merecedor da atenção dos eleitores".

Além dos números apurados pela Enquete do VOX, analistas, jornalistas e observadores do processo local entendem que o "derretimento" até natural de Marinho, por conta do papel de opositor que ele, por razões profissionais, não pode cumprir, faz com que o eleitorado antipetista, antiesquerdista e desafeto de Sucupira olhe em outra direção. E essa nova perspectiva pode ser Bruno Balarini.








 
Bruno 4.jpg
Bruno 1.jpg

Para 33% dos ouvidos pelo VOX, Bruno Balarini pode chegar a 2024 com a menor rejeição entre todos os outros nomes. 31% identificam nele uma forte capilaridade antipetista; 48% olham para ele como alguém que tem uma trajetória definida (logo, estável) e 39% acham que Balarini pode ser, sim, uma das mais efetivas vozes da oposição ao Governo Sucupira até o pleito de 2024.

Embora em alguns recortes da enquete, o Coronel Marinho ainda apareça confortavelmente à frente de Balarini - como, por exemplo, em relação às chances de derrotar Sucupira HOJE (Marinho 39%, Balarini, 21%) - em outros - como, por exemplo, "quem parece como mais estável" (Balarini, 48%; Marinho, 28%) - Bruno Balarini dá sinais de que segue crescendo na perspectiva do eleitorado com vistas a 2024.

Bruno 2.jpg
Bruno 3.jpg

Os números, se não são tão generosos quanto o QG de Balarini esperava ou gostaria que fossem, eles indicam uma tendência que muitos detectaram no pleito de 2020: o nome dele é "leve" e profícuo. Observadores dizem, todavia, que a Balarini talvez falte um pouco mais de ativismo político e que, à sua narrativa, talvez seja necessário adicionar tons que o aproximem do anel periférico da cidade, afastando-o, com esse mesmo movimento, da incômoda perspectiva de ser o melhor candidato para os setores A e B.

Esses pormenores somados, como disseram eleitores entrevistados pelo VOX, lhe dariam as condições ideais para uma disputa real em 2024.

WhatsApp Image 2021-10-01 at 11.00.00.jpeg
WhatsApp Image 2021-10-01 at 10.53.37(1).jpeg

Há ainda duas questões a considerar, como propõem analistas do cenário político. A primeira é que, em 2024, a reeleição de um candidato petista à Prefeitura de Teófilo Otoni (terceiro mandato seguido) é uma forte improbabilidade, mesmo que Daniel Sucupira acerte todas. Afinal, os dois mandatos do atual prefeito foram construídos no fio da navalha, vencendo um Getúlio Neiva acamado e Marinho por pequena margem de votos. A segunda é que, considerando ainda que possam surgir novos nomes para a disputa de 2024, mas não tantos assim, e considerando o esgotamento político de nomes da direita como o do ex-prefeito Edson Soares e Paulo Henrique Coimbra, completamente inviabilizados, o movimento dessa massa de eleitores pode ter mesmo o rumo que o QG de Bruno Balarini tanto deseja. Ou seja, no campo daqueles que querem vencer o PT, mas não a qualquer custo, e, sim, guindados por propostas de "fazer um novo governo", surge um nome que, se for bem tratado, pode dar bons resultados em 2024. E esse nome é Bruno Balarini!

BOX Médicos.jpg
BOX Êxodo.jpg
WhatsApp Image 2021-10-01 at 11.39.14.jpeg
WhatsApp Image 2021-10-01 at 11.40.08.jpeg